UMA QUESTÃO DE FOCO...

January 12, 2016

Dicas para surpreender positivamente seus  prospects e clientes

 

 

Dentre os questionamentos que sempre promovo ao final dos meus cursos e palestras sobre vendas e/ou negociação para profissionais que atuam em mercados de intensa concorrência costumo indagar "Depois de tudo o que examinamos e discutimos neste encontro quais são, na sua avaliação, os tópicos em que os vendedores mais deixam a desejar quanto ás suas posturas e técnicas ?"

 

Depois que os tópicos são apontados e tabulados, passamos a discutir quais são as falhas mais gritantes dos vendedores em relação a esses tópicos.

 

As principais críticas se referem, invariavelmente, a falhas quanto ao conhecimento dos produtos/serviços sob a ótica de como eles podem agregar valor para cada tipo de cliente, compreensão das reais necessidades dos clientes, cumprimento de promessas e prazos, processo de follow-up, uso eficiente de argumentos para negociar e fechar negócios, ações de relacionamentos, concessão precipitada de descontos e bonificações, qualidade e consistência de previsões de vendas e, finalmente, habilidade para se diferenciar da concorrência.

 

Acho que a existência dessas falhas que a maior parte dos vendedores comete junto a prospects e clientes pode provocar uma ação extremamente bem sucedida de venda: surpreender pelo inesperado!

 

Ou seja: se algo de diferente e de impacto for feito pelos vendedores ao não comter essas falhas, esta nova postura irá provocar uma excelente e positiva reação por parte dos seus interlocutores! Eles não esperam por isso! Estão mal acostumados...

 

Afinal ... eles já estavam esperando por muito menos e se, de repente, acontece algo de diferente... Surpresa!

 

E o que pode ser feito para surpreender positivamente um prospect ?

 

Por exemplo:

 

- conheça o máximo possível sobre o negócio do seu prospect: coloque-se no lugar dele e tente imaginar quais seriam suas principais preocupações, prioridades e necessidades

 

- conheça seu produto 100%; defina claramente que tipo de ajuda você quer e pode prestar para que cada um dos seus prospects e clientes resolva cada uma de suas necessidades prioritárias

 

- cuidado para não confundir características, vantagens e benefícios. Características são atributos que um produto/serviço possui e que, na visão do vendedor, trazem vantagens para o comprador. Benefícios são as formas como o comprador enxerga seu produto/serviço como meio de satisfação de suas necessidades

 

- esteja preparado para provar o valor de cada um dos benefícios que sua oferta pode proporcionar para seus prospects e clientes

 

-  aprenda a ouvir: o bem sucedido profissional de vendas é um especialista em fazer perguntas para as quais ele já sabe a resposta...

 

-  não se esqueça de que não existe produto ou serviço caro. O que existe são produtos ou serviços cuja positiva relação custo-benefício não está clara na mente do comprador...

 

-  importante: pessoas vendem para pessoas. A compra é um processo que se desenvolve emocionalmente mas que se conclui de forma racional...

 

-  jamais prometa aquilo que você sabe que não vai poder cumprir. Alguém já disse, com muita propriedade, que "Mais vale uma demanda adormecida do que uma demanda frustrada; a adormecida pode ser despertada quando for conveniente mas a frustrada vai lhe custar muito caro provar que, desta vez, você está falando a verdade..."

 

Voltando à "pesquisa pós-curso" gostaria de mencionar que eu sempre faço a seguinte pergunta final: " O que o vendedor do produto xyz vende ?" para cada um dos segmentos mais "votados".

 

Cerca de 99% das respostas são "produto xyz", repetindo assim o nome do produto ou serviço. Por exemplo: vendedor de celulares vende... celulares; vendedor de tecido vende... tecido; vendedor de serviços de contabilidade vende... serviços de contabilidade e assim por diante.

 

Esses são os que costumo chamar de "vícios de foco".

 

Por isso eu acredito que uma mudança neste foco pode ajudar muito na adoção de uma nova e necessária postura por parte dos profissionais de vendas, especialmente nos dias de hoje.

 

Tenho a certeza de que o relacionamento vai mudar para muito melhor se, ao invés de tentar vender brindes, alguém entendesse que seu papel é ajudar empresas em seus esforços de marketing através de um recurso materializado sob a forma de uma caneta, uma régua ou qualquer outro tipo de produto.

 

Com certeza o mesmo se aplicaria quando alguém se apresentasse como suporte ao esforço de comunicações de uma empresa ao invés de "sou vendedor de serviços gráficos".

 

E, finalmente, tenho a certeza que os negócios de um profissional de vendas de serviços terceirizados cresceriam bastante se ele conseguisse ser visto como um auxílio para aumentar o retorno de capital de uma empresa ajudando-a na redução dos custos representados por atividades cuja terceirização seria melhor (mais econômica) do que a sua realização com recursos próprios.

 

Pense nisso e... bons negócios!

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Seu networking vale ouro... Seu networking vale ouro...

Seu networking vale ouro... Seu networking vale ouro...

 

Crise? Que crise? Só se for a de outros...

JÁ TÁ VIRANDO UM MANTRA...

April 4, 2016

1/10
Please reload

Posts Recentes

January 26, 2016

January 12, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2015. Todos os direitos reservados a PROSPECTA CONSULTORES.